Perdi 100 gramas

30 coisas que se aprende aos 30 2 novembro, 2010

Filed under: Comportamento,Reflexões — Nanda @ 12:14 pm

[Ou, algumas coisas  que me dei conta ultimamente…]

 

 

  1. Ter 30 anos com cara de 25 é fantástico. Ter 30 anos e estar solteira pode ser fantástico também.
  2. Morar com os seus pais não faz mais o menor sentido e ter a sua própria casa nunca foi tão bom e necessário.
  3. Revistas de beleza só servem pra te lembrar que você não é tão bonita quanto pensa e nunca vai ser como gostaria.
  4. Uma boa conversa com suas amigas muitas vezes é mais eficiente que 50 minutos de terapia.
  5. Existe uma enorme diferença entre uma furadeira e uma serra elétrica. Então, sim, você consegue pendurar um quadro na parede sozinha.
  6. Ceder, relevar, aceitar, engolir, pedir desculpas, perdoar, voltar atrás, mudar… não são sinônimos de submissão e ainda garantem um relacionamento mais saudável e feliz.
  7. Gostar de maquiagem, perfumes, cosméticos e salões de beleza não é frescura, nem futilidade.
  8. Orgasmo não é sinônimo de sexo bom.
  9. A tolerância é uma dádiva que vêm junto com a maturidade, mas tem coisas-pessoas-lugares-situações que você simplesmente não precisa suportar.
  10. O melhor amigo de uma mulher é o protetor solar. Dias inteiros de sol na praia ou na piscina devem ser doces lembranças do passado, sua pele agradecerá por mais 30 anos.
  11. Cozinhar é gostoso, divertido, econômico e terapêutico; e você não é menos inteligente e moderna porque gosta do seu fogão.
  12. Quando aquele cara, que estava suuuper interessado, não te convida mais pra sair, sorry! Não há teoria mirabolante que explique, ele simplesmente não está afim de você.
  13. Mesmo que você odeie academias, a endorfina, o bem-estar e a sua saúde, definitivamente, compensam a malhação, então não pense, apenas vá!
  14. Ficar em casa, tomando um vinho e assistindo seriado, as vezes (muitas), vale mais a pena aquela balada super mega ultra vip.
  15. Todo o esforço que seus pais fizeram pra você estudar em boas escolas e entrar numa universidade pública nunca terá sido em vão, mesmo que você decida ser “apenas” mãe, esposa e/ou dona-de-casa.
  16. Para seduzir um homem comum, não importa o quão esperta e sexy você é, você precisa ser magra.
  17. Chorar sem motivo, comer chocolates compulsivamente e ficar desesperadamente carente é normal, mesmo quando você não está com TPM.
  18. Ter amigos gays é mais legal e divertido, mas ter amigos héteros é muito mais útil, especialmente quando você está solteira.
  19. Sua bisavó pensa que você já deveria estar casada. Sua tia-avó pensa que, se você tem um “ficante”, você está perdida na vida, é imatura e promíscua. Mas você não tem nenhum motivo pra pensar isso de você mesma.
  20. Não interessa se você cresceu e aprendeu, você continua comprando, lendo e se iludindo com as benditas revistas de beleza.
  21. Fazer a “dieta infalível” da revista, infelizmente não vai revelar a “deusa” que existe em você.
  22. Assim como você, o seu carro também precisa de revisões periódicas. Fugir das temidas oficinas mecânicas; porque é um território masculino assustador e você é uma presa fácil; só vai te dar mais dor de cabeça.
  23. Homens não são todos iguais e nem todos são insensíveis, egocêntricos e superficiais quanto parecem.
  24. “Estar na moda” é uma bobagem, mas o seu visual – inclusive a sua roupa – expressa muito do que você é, o que você pensa e como se sente.
  25. Infidelidade e rejeição não vão te matar nem te deixar traumatizada pra sempre, você supera, nem que seja após muitas sessões de terapia.
  26. Sexo sem compromisso é uma opção, sexo sem tesão, no way.
  27. Todo mundo tem seus delírios de consumo e seus dias de shopaholic, mas deixar de pagar as contas do mês pra comprar uma bolsa de grife é ridículo.
  28. Você não tem que se sentir ofendida porque um cara, chulamente falando, só quer te comer.
  29. O mundo é mesmo um lugar hostil, mas, provavelmente a única pessoa que te faz mal, é você mesma.
  30. Você é jovem e ainda tem muito pra viver e aprender!